17/04/2013

Um estudo da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), com base em dados do Banco Central dos últimos 13 anos, mostrou que os preços dos serviços de telefonia celular subiram cerca de 30% menos que a inflação do período, de medida pelo IPCA. De acordo com o estudo, a inflação acumulada no período de janeiro de 2000 a fevereiro de 2013, registrada pelo IPCA total, foi de 83,7%, enquanto o índice da telefonia fixa ficou em 74,8% e da telefonia celular em 59,1%. Levando-se em conta os preços administrados por contratos e monitorados pelo governo a diferença é ainda maior, especialmente na telefonia celular, cujos preços subiram 37% menos.

Nesse período de 13 anos, os acessos à telefonia celular cresceram 17 vezes, alcançando 264 milhões em março de 2013. E os da telefonia fixa passaram de 25 milhões para 44 milhões de linhas.

Em seu relatório trimestral sobre inflação, divulgado em março, o Banco Central projetou para este ano uma queda de 2% para a telefonia fixa, enquanto a estimativa é de que a inflação deverá fechar o ano acima de 5%. O último reajuste das tarifas da telefonia fixa, anunciado em janeiro, foi de 0,55%. Na telefonia celular, o preço médio do minuto caiu 18% em 2012, de R$ 0,21 para R$ 0,17.

Fonte: TeleSíntese